Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca


ABAM, fundada em 1991 no Estado do Paraná, com a missão de desenvolver a atividade econômica, promovendo o espírito de cooperação e união das empreas produtoras de amido de mandioca no Brasil. A associação não possui fins lucrativos.

Ao longo do tempo, a ABAM tem trabalhado promovendo estudos com foco em alternativas tecnológicas, também atuando como órgão consultivo na solução de problemas e questionamentos relacionados a categoria, contribuindo assim, para o desenvolvimento sustentável em prol setor.

A ABAM tem constante preocupação Audemars Piguet City Of Sails replica em detectar o potencial industrial e de armazenamento das fecularias, com vistas à elaboração de estudos comparativos, que sirvam de base ao estabelecimento de estratégias voltadas à política setorial. Com estratégias para abertura de novos mercados para o amido de mandioca, através da divulgação estratégica da cultura mandioqueira, e do apoio a campanhas de marketing empreendidas por seus associados.

A agroindústria para obtenção dos derivados de amido de mandioca se tornou conhecida como fecularia. A maior parte das fecularias existentes hoje no país situa-se nas regiões noroeste e oeste do Paraná, no sul do Mato grosso do sul, no oeste de São Paulo e no interior de Santa Catarina.

As exportações do setor também têm apresentado significativo crescimento, sobretudo em função da revolução industrial propiciada pelas diversas modificações químicas do amido de mandioca, que geraram variados tipos de amidos modificados de mandioca. O setor atraiu gigantescas multinacionais para o Brasil, que passaram a exportar o amido de mandioca brasileiro para todos os continentes do mundo.