Mandioca: Chuvas limitam colheita e preços sobem

Ao mesmo tempo em que a disponibilidade de raízes de segundo ciclo vem se reduzindo – em algumas regiões, inclusive, já não há mais produto para ser negociado –, as chuvas têm reduzido as atividades de colheita em algumas áreas acompanhadas pelo Cepea. Como consequência da recente melhora no mercado de derivados da raiz, as indústrias aumentaram a demanda, elevando a disputa pela mandioca. Além disso, algumas unidades se abastecem em distâncias cada vez maiores, visando manter o ritmo de produção. Este cenário elevou os preços da mandioca na maioria das regiões pesquisadas pelo Cepea. O valor médio a prazo da tonelada do produto posto fecularia foi de R$ 250,11 (R$ 0,4350/grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 2% frente à média anterior.

Fonte: Cepea

Fonte: Noticias Agricolas | 14/07/2014